EFDeportes.com

Facebook Twitter Google +

Recreación

22.10.2015
Brazil
POR |

Motivos para a participação dos universitários da UFSM nas atividades do Programa Segundo Tempo

A pesquisa teve como objetivo identificar os fatores determinantes da participação e permanência dos beneficiados no Programa Segundo Tempo
Demonstrativo dos Determinantes que levam os indivíduos a aderir às atividades do PST Universitário
Distribuição percentual do grau de importância atribuída aos objetivos relacionados a busca de atividades de esporte e lazer
Demonstrativo dos Determinantes que mantêm os indivíduos nas atividades do PST Universitário
Distribuição percentual do grau de importância das variáveis: Acompanhar amigos, Troca de experiências e Conhecer novas pessoas
Demonstrativo das melhorias alcançadas pelos indivíduos após a inclusão no PST Universitário

Introdução

As políticas públicas que envolvem o esporte e lazer, no ensino superior são igualmente importantes quanto as que envolvem a política de assistência estudantil como a educação, moradia, alimentação e a saúde da comunidade acadêmica. Há que se ressaltar nesse espaço a importância do esporte e o lazer como um bem cultural, historicamente construído pela humanidade e, portanto, passível de ser legitimado como um direito de todos.

O lazer é um meio de emancipação, que é vivenciado no tempo livre e exerce um papel de formação e educação humana. Levando em conta tal afirmativa, se pensa que os bens culturais e sociais do cidadão e o esporte e o lazer na universidade devem ter um papel importante na formação humana.

Nesta perspectiva, no ano de 2012, o Programa Segundo Tempo Universitário (PST) foi implantado na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no sentido de contribuir para a consolidação de uma política pública permanente de esporte e de lazer. O objetivo do PST é democratizar a prática esportiva e mobilizar a comunidade acadêmica, garantindo o direito de acesso ao esporte recreativo e de lazer de qualidade na UFSM.

É sabido que o envolvimento em práticas de esporte e lazer pode resultar em importantes benefícios, sejam eles físicos, psicológicos e sociais. Os principais determinantes para aderir e manter tal prática são: controle de peso, à obtenção de uma saúde melhor e à redução dos níveis de estresse, sendo que a interação social representa um dos principais determinantes na adesão e posterior manutenção dessa prática, sendo que as pessoas sentem mais prazer e atração pela atividade proposta quando os membros do grupo se identificam e se autoconhecem.

De acordo com Saba, os motivos que propiciam a aderência podem ser compartimentados em três grupos principais: fatores pessoais, ambientais e características do exercício físico. O autor classifica o prazer como sendo a primeira influência benéfica à manutenção da prática. Mesmo que o exercício não esteja levando à condição de bem-estar completo almejado pelo indivíduo, o autor acredita que o prazer encontrado em sua prática garante sua continuidade.

Em estudo realizado por Biddle ficou evidenciado que em relação aos adultos aderirem à prática de atividades físicas, os principais fatores são referentes ao divertimento, a sentir-se bem, ao controle de peso, à melhora da flexibilidade e redução dos níveis de estresse.

O presente estudo teve como objetivo identificar os fatores determinantes da participação e permanência dos beneficiados no PST Universitário/UFSM, assim como as melhorias identificadas por eles.

O estudo caracterizou-se como exploratório descritivo. Participaram de maneira não probabilística 92 estudantes (59,78 % masculino e 40,22% feminino), com idades entre 18 e 28 anos, matriculados no ano letivo de 2012 na UFSM, RS e, participantes das atividades de Futsal feminino e masculino, Ginástica, Hidroginástica, Musculação, Natação, Tênis e Voleibol há mais de 6 meses.

 

Resultados e discussão

Identificamos os determinantes que levam os universitários a participarem do PST Universitário, acreditamos que estes fatores, quando classificados conforme o grau de importância, estão demonstrando os interesses e objetivos de cada indivíduo ao ingressarem em um Programa de esporte e lazer.

As variáveis: “Praticar atividades físicas” e “Procurar bem estar geral” são fatores destacados pelos colaboradores, dentre as demais opções enquanto determinantes de adesão nas atividades do PST/UFSM.

O objetivo que leva as pessoas buscarem Programas de Esporte e Lazer é a procura por uma prática de atividade física (74%), seguido de bem estar geral (46%).

Sabendo os determinantes que motivam os acadêmicos a participarem das atividades do PST Universitário, busca-se identificar se estes mesmo objetivos os mantêm ativos no Programa, ou se outras categorias são levantadas.

Nota-se que os mesmos fatores relevantes permanecem: Praticar atividades físicas; Procurar bem estar geral, variáveis apontadas densamente como muito importantes, seguidos dos determinantes Fugir da rotina e Participar de eventos (citados como muito importantes e/ou importantes).

As variáveis “Acompanhar amigos”, “Troca de experiências” e “Conhecer novas pessoas” nos mostram a importância das inter-relações pessoais para que as pessoas permaneçam em uma prática de atividade de esporte e lazer.

Verifica-se que a busca por bem estar geral é a motivação para aderir em uma prática de esporte e lazer, e a percepção de melhorias, neste aspecto, podem determinar a manutenção nesta prática. Na tentativa de identificar se há melhorias após a inclusão no PST Universitário/UFSM lançamos aos colaboradores, que estão incluídos no Programa há seis meses, esta questão.

Os participantes afirmam ter ocasionado melhoria das condições de saúde (69%), das capacidades e habilidades motoras (60%), da autoestima (51%) e, no convívio e na integração social (45%).

 

Considerações finais

Pode-se afirmar que os beneficiados vislumbram no envolvimento em práticas de esporte e lazer alcançar um bem estar, com resultados observados nos âmbitos físicos, psicológicos e/ou sociais. No que se refere ao âmbito físico, podemos afirmar que grande interesse pelas atividades do PST envolve questões relacionadas à saúde, como controle corporal, condicionamento, nível de stress e outros. Há uma estreita relação entre a prática esportiva e a questão da saúde, mas a interação social também se apresenta como importante determinante na adesão e posterior manutenção nas atividades do PST, os sujeitos buscam uma troca de experiência e conhecer novas pessoas.

O que ficou implícito nesta pesquisa é que a preocupação principal com a qualidade de vida é vista como sinônimo de saúde biopsicosocial, concluindo-se que se devem apresentar novas atitudes e incentivos, por meio de políticas públicas, para usufruir do lazer enquanto um direito em toda sua potencialidade. No ensino superior tal iniciativa é igualmente importante quanto as que envolvem a política de assistência estudantil como a educação, moradia, alimentação e a saúde da comunidade acadêmica, visto que os bens culturais e sociais do cidadão, o esporte e o lazer devem ter um papel importante na formação humana.

Daiane Dalla Nora
Lidiane Soares Bordinhão
Laís Cavalheiro
Leonardo Oliveira dos Santos Junior
Daiana Cristina Dickel
Filipe Betin Capa
Simone Neiva Milbradt
Mônica Pozzebon
Matheus Francisco Saldanha Filho
VER NOTA COMPLETA INICIO
LEER MÁS
El Webstudio