EFDeportes.com

Facebook Twitter Google +

Psicología del Deporte

31.05.2015
Brazil
POR |

Motivação de adolescentes para a iniciação e a permanência na prática do voleibol

O estudo mostra os motivos dos jovens para a escolha do voleibol, os objetivos pretendidos com a iniciação e as condições que os motivam a continuar no esporte
Fatores de influência para a escolha do voleibol por adolescentes classificados por gênero
Objetivos dos adolescentes com a iniciação na prática orientada do voleibol classificados por gênero
Fatores motivacionais de adolescentes para a permanência na prática orientada do voleibol classificados por grau de importância

Introdução

O voleibol é um esporte coletivo praticado em muitos países por pessoas das mais diversas etnias, classes sociais, religiões e faixas etárias. Na maioria dos casos de iniciação no esporte, a prática é orientada para o público adolescente.

Os professores que ensinam os fundamentos técnicos e táticos do voleibol para iniciantes realizam um trabalho que requer paciência e compreensão, pois a execução eficaz dos movimentos específicos da modalidade exige habilidades motoras refinadas de seus jogadores. Devido a essa exigência, o aprendizado do desporto torna-se complexo em suas peculiaridades. Apesar de apresentar essa dificuldade, o voleibol atrai muitos adolescentes de características físicas e motoras variadas, mesmo sendo mais evidentes indivíduos altos e ágeis praticando a modalidade.

Diante dos fatos descritos, a questão problema que motivou o estudo partiu da seguinte indagação: quais são os principais motivos e fatores que influenciam os jovens a ingressarem e permanecerem na prática orientada da modalidade voleibol?

Com base na problemática do estudo, o principal objetivo da pesquisa foi identificar os fatores motivacionais que influenciam adolescentes a iniciar e permanecer na prática orientada do voleibol. Para isso, procurou-se analisar os diferentes motivos para a escolha da modalidade, os objetivos com a iniciação da prática e as condições que favorecem a permanência dos adolescentes no esporte.

 

Ingresso e permanência de adolescentes no voleibol

Pode-se dizer que adolescente é o indivíduo que está em uma fase do desenvolvimento humano conhecida como adolescência.

[...] a Organização Mundial de Saúde define adolescência como a fase do desenvolvimento compreendida entre os 10 e os 19 anos, critério adotado, no Brasil, pelo Ministério da Saúde e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Machado, Piccoli e Scalon justificam que os adolescentes apresentam grande necessidade de se movimentarem devido à vontade de conhecerem o mundo e por quererem encontrar seus lugares e funções na sociedade. Por isso, o esporte também é uma maneira dos jovens alcançarem esse desejo.

É de suma importância os professores estarem cientes dos objetivos dos jovens que ingressam no voleibol. Dessa forma, as atividades de ensino e treinamento poderão ser planejadas e adaptadas para atender as necessidades dos praticantes e mantê-los motivados a permanecer na prática do esporte.

 

Metodologia

Participaram da pesquisa 42 meninos e 24 meninas, que se encontram na faixa etária de 10 a 19 anos de idade, totalizando 66 indivíduos participantes.

Como instrumento de coleta de dados, aplicou-se um questionário elaborado pelos autores da pesquisa e validado por três professores universitários.

 

Análise e discussão dos resultados

Observou-se que o principal fator que motivou os participantes a entrarem em uma “escolinha” de voleibol foi a indicação de amigos. Totalizam 50,0% dos participantes os adolescentes que começaram a treinar porque os amigos os convenceram. Em uma comparação entre os gêneros, nota-se uma semelhança: 50,0% dos meninos e 50,0% das meninas apontaram esse fator. Nenhum adolescente do gênero masculino apontou os fatores indicação dos pais, voleibol na mídia e indicação médica de uma atividade física como motivadores para a iniciação na modalidade. Este último e a indicação do professor da modalidade ou professor de escola foram os dois fatores não apontados por nenhum adolescente do gênero feminino.

O objetivo tornar-se um atleta profissional foi o mais relevante para os adolescentes, sendo que, a metade, 50,0% dos participantes tem esse objetivo com a prática do voleibol. Logo em seguida, se destacou o objetivo aprender as regras e os fundamentos do esporte/desenvolver habilidades, marcado por 39,3%, seguido de manter a saúde e qualidade de vida, marcado por 34,8% dos adolescentes.

Quanto à motivação para permanecer freqüentando os treinos, cada participante enumerou os fatores de acordo com o grau de importância que cada um tem em sua motivação para a prática da modalidade. Primeiramente, constatou-se que 25 participantes responderam a questão referente à tabela de forma incoerente ou, simplesmente, não responderam. Foram 41 participantes que responderam a questão de forma possível de ser analisada. E, para melhor leitura e compreensão dos resultados da tabela, o valor total de 100,0% equivale a 41 (número de participantes que responderam corretamente). Notou-se que o fator amizade e bom relacionamento com o professor apareceu com mais marcações na posição número 1. Para 34,1% dos participantes, esse fator é o maior contribuinte na motivação para continuar frequentando os treinos de voleibol.

 

Considerações finais 

Com os resultados obtidos conclui-se que os próprios praticantes são os principais responsáveis por atrair novos adeptos para a prática orientada do voleibol, considerando que 50,0% dos participantes desse estudo entraram em um programa de treinamento por conta da indicação de amigos. Os resultados surpreendem quando se pressupõe que a maioria dos indivíduos escolhe a modalidade por gostar do jogo.

Os objetivos mais visados pelos adolescentes, de ambos os gêneros, com a iniciação na modalidade, foram tornar-se atleta profissional e aprender as regras e os fundamentos do esporte/desenvolver habilidades.

Quanto à permanência na prática orientada do voleibol, observou-se que amizade e bom relacionamento com o professor foi o fator que mais influenciou os adolescentes a continuarem frequentando os treinos. O professor também está relacionado direta ou indiretamente aos outros fatores motivacionais em destaque, classificados como segundo e terceiro mais importantes. Sendo assim, ressalta-se que é importante que os professores se preocupem com condutas de bom atendimento aos seus alunos/atletas. O professor deve exercer seu papel de motivador a todo instante.

Sugerem-se novos estudos abordando a temática em questão. Os profissionais da Educação Física Escolar e do Treinamento Esportivo precisam compreender os fatores motivacionais a fim de adotarem métodos e condutas que atraiam e atenham novos adeptos para as modalidades esportivas.

Leandro Pereira da Silva
Fernando Guilherme Priess
VER NOTA COMPLETA INICIO
LEER MÁS
El Webstudio