EFDeportes.com

Facebook Twitter Google +

Deportes

29.06.2015
Portugal
POR |

Footgolf, um novo desporto

O Footgolf apresenta-se como uma proposta de jogar futebol num campo de golfe de acordo com as regras do mesmo
A bola tem de ser rematada num só gesto contínuo com qualquer parte do pé
Equipamento de Footgolf

Footgolf ou Futgolf, nasceu em 2009 na Holanda, sendo atribuída a sua origem a Michael Jansen, ex-jogador de futebol profissional, nascido a 10 de Junho de 1984 em Nijmegen, que se encontrando a jogar no FC Groningen contraiu uma grave lesão que o afastou dos campos de futebol. Considerando os seus salutares hábitos desportivos, necessitava de uma prática regular de atividade física. Assim, esta nova modalidade desportiva que combinando curiosamente a paixão do futebol com a precisão do golfe, rapidamente se difundiu pela Bélgica, Alemanha, Hungria e Espanha.

Em Portugal, o Footgolf é jogado pela primeira vez, em fevereiro de 2013, num torneio com cerca de seis dezenas de praticantes, na Quinta da Marinha. A modalidade foi trazida para Portugal pela francesa Marie Odile Antonelli, co-fundadora e Presidente da Associação Desportiva Portuguesa de Footgolf, sendo membro da Federação Internacional de Footgolf, e pelo marido, um jogador de golfe profissional, que há cerca de dois anos implementaram a modalidade, considerando o clima, os magníficos campos de golfe e os muitos adeptos da modalidade futebol.  Segundo a Associação Desportiva de Portuguesa de Footgolf, o “Footgolf é uma modalidade, jogada com uma bola oficial de futebol, praticada em campos de golfe oficiais, com o objetivo de atirar com o pé a diversas distâncias até ao “Ghole”, no menor número de chutos possível”.

Ao nível das regras as caraterísticas mais determinantes são:

1. Marcação personalizada da bola.

2. Obter o scorecard junto do secretariado da organização e estabelecer o cruzamento dos resultados com o jogador que compete diretamente.

3. A bola tem de ser rematada num só gesto contínuo com qualquer parte do pé, não sendo permitido empurrar, pisar, arrastar ou tocar na bola de outra forma.

4. Esperar que a bola fique completamente imóvel até executar o chuto seguinte.

5. Jogar atrás da linha do tee, até dois metros para trás, no máximo. A ordem de iniciar o jogo, o primeiro ghole é definida por sorteio. Nas seguintes, o jogador com melhor pontuação, ou seja, com menos chutos, é o primeiro a bater a bola, depois o segundo, e assim sucessivamente.

6. Enquanto um jogador joga a uma buraliza, deve chutar a bola tal como ela ficou. Não é permitido tocar-lhe ou reposicioná-la.

  • Exceção: Pode-se levantar a bola ou deslocá-la só quando possa vir a interferir na jogada de outro jogador. Em caso de combinação para não levantar uma bola que possa ajudar outro jogador, ambos os praticantes podem vir a ser desqualificados.
  • Exemplo: Não mexer numa bola perto de um ghole para fazer de “travão” para outra que venha com demasiada velocidade.
    • O jogador mais afastado do ghole é o primeiro a chutar.
    • Não chutar se houver a possibilidade de interferir com uma jogada de outro grupo.
    • Se uma bola for movida, ressaltar ou parar por causa de outra bola, o jogador tem de jogar a sua bola tal como ficou e reposicionar a outra.
    • Não há penalizações a não ser que ambas as bolas estejam no putting green. Nesse caso, o jogador que acertar noutra bola incorre numa penalização de dois chutos.
    • Um jogador não deve jogar enquanto outra bola ainda está em movimento. Se duas bolas chocarem, não há penalização, a não ser que ambas estejam já no green. O jogador mais perto doghole é penalizado com dois chutos por jogar fora da sua vez. Ambos têm de reposicionar as bolas e jogar novamente no green.

7. Não interferir com a trajetória da bola, parando-a ou evitando obstáculos, como os de água, por exemplo.

A bola ficou num obstáculo de água (estacas amarelas), num obstáculo de água lateral (estacas encarnadas) ou num bunker: Se a bola estiver na areia, pode ser jogada tal como está sem penalizações. Não tocar na areia ou resíduos móveis. Restaurar o bunker para ficar tal como estava antes da jogada.

  • Reposicionar e jogar do local onde foi dado o último chuto ou
  • Reposicionar e jogar atrás do obstáculo de água, numa linha reta em relação à o ghole e ao sítio onde a bola caiu à água, sem limite de distância.
  • No caso dos obstáculos laterais (estacas encarnadas), reposicionar a bola num espaço de dois metros, desde que não seja mais perto do Ghole.
    • Bola Perdida ou Fora do Campo: Jogar outra bola do local onde foi dado o último chuto, com a penalização de um chuto.
    • Bola impraticável: O próprio jogador é o único que pode declarar a sua bola como impraticável (Exemplo: bola no meio de arbustos ou na copa de uma árvore).
  • Jogar a bola do local onde foi dado o último chuto.
  • Reposicionar a bola atrás do ponto onde a outra bola ficou, em linha reta face à bandeira ou reposicionar a bola num espaço de dois metros a partir do local onde a outra ficou, desde que não seja mais perto do ghole. Todas as opções implicam a penalização de um chuto.

8. Só no green é que os jogadores podem levantar e recolher a bola. Quando um jogador está a jogar, o adversário não deve estar perto ou diretamente atrás da bola ou do ghole, para ver a inclinação do green. Atingir uma buraliza, introduzir a bola mesmo que a distância seja mínima. Não há ball given em torneios por pontuação.

9. Os obstaculos ou resíduos móveis (ramos, folhas, pedras entre outros objetos) podem ser retirados. Contudo, se a bola se mexer, o jogador será penalizado com um chuto.

Os obstáculos artificiais (ferramentas de jardinagem, caixotes de lixo) podem ser mexidos sem qualquer penalização. Se a trajetória da bola for alterada, pode ser reposicionada sem penalização, como por exemplo se uma bola ficou encostada a uma pá.

Obstáculos imóveis: pode-se levantar e deixar cair a bola sem penalização, mas sem a aproximar do ghole, como por exemplo, encostada aos postes de um sinal ou cartaz, a um aspersor de rega ou debaixo de um carro, entre outros.

Ana Paula Brito
Carlos Magalhães
Arménio Santos
VER NOTA COMPLETA INICIO
LEER MÁS
El Webstudio