EFDeportes.com

Facebook Twitter Google +

Deportes

21.09.2015
Brazil
POR |

Flexão da coluna durante a remada no surf

A flexão demasiada da coluna durante a remada é um dos principais fatores causadores de dores na região torácica e lombar da coluna de surfistas
A coleta constou de dez minutos de remada para cada surfista individualmente dentro de uma piscina
Caracterização dos grupos (média±desvio padrão)
Classificação dos níveis de flexão da coluna ao longo do tempo

Introdução

A flexão demasiada da coluna durante a remada, comumente adotada para a prática do surf, é um dos principais fatores causadores de dores na região torácica e lombar da coluna de surfistas. Esta flexão demasiada da coluna gera um desequilíbrio do centro de gravidade, gerando sobrecargas em regiões mais sensíveis como as vértebras.

Atualmente o surfe tem um expressivo número de praticantes no Brasil, com aproximadamente 2,7 milhões de surfistas. A Associação Internacional de Surf estima o impressionante número de 17 milhões de praticantes distribuídos por mais de 70 países e sua indústria move cerca de 2,5 milhões de dólares anuais. E mesmo com essa demanda há poucos estudos científicos na literatura que se preocupem em caracterizar este esporte bem como para prevenção de lesões.

Sendo assim, este estudo teve como objetivo geral analisar a flexão da coluna em surfistas profissionais durante a remada no surf. Mais especificamente objetivou-se: a) caracterizar os sujeitos em termos de idade, massa corporal (kg), estatura (m) e tempo de prática; b) verificar o nível de flexão da coluna durante a remada.

 

Material e método

Participaram deste estudo 05 indivíduos da cidade de Imbituba/SC, com média de idade de 22,66±2,16 anos e tempo de prática de 10,5±1,97 anos. Os sujeitos praticavam surf em média quatro vezes por semana, com uma duração média de treino de duas horas por sessão. Foram selecionados de forma intencional, sendo que para tal deveriam ter no mínimo três anos de prática.

Na coleta de dados utilizou-se uma ficha para identificação dos sujeitos, uma ficha de scoult técnico individual e duas câmeras de 30Hz para registro das imagens.

A coleta propriamente dita constou de dez minutos de remada para cada surfista individualmente dentro de uma piscina. Foram selecionados a postura inicial, aos dois minutos do teste e ao final dos dez minutos para identificar possíveis alterações temporais.

Para verificar o nível de flexão da coluna, utilizou-se o seguinte método de classificação: flexão pequena, caracterizada como uma discreta flexão da coluna, estando o peito em sua maior parte apoiado na prancha; flexão média, caracterizada como uma maior flexão da coluna, sendo que o peito ficaria em contato com a prancha na altura do processo xifóide; e a flexão alta como a perca de contato do peito com a prancha, estando o surfista apoiado nas últimas costelas ou além disso.

 

Resultados e discussão

Pode-se perceber que tanto os homens quanto as mulheres possuem tempos de prática equivalentes, considerando as diferenças de idade.

Em qualquer esporte saber as características antropométricas e morfológicas é fundamental para escolha de equipamentos e implementos. No surf esses indicadores são determinantes, pois é através destes que se dá a escolha da prancha e técnicas corretas, que vai influenciar diretamente a performance no mar.

Todos os sujeitos iniciaram a remada com uma flexão alta da coluna.

A análise temporal demonstra que a maioria dos sujeitos permaneceu com uma flexão alta até a metade do teste, no entanto praticamente todos reduziram sua flexão no final, demonstrando cansaço e/ou fadiga da musculatura.

Para amenizar e prevenir os efeitos negativos que essa postura do surf pode acarretar, o atleta deve possuir um adequado fortalecimento da cintura pélvica, principalmente da região lombar e abdominal. Para isso é necessário o acompanhamento de uma equipe de profissionais, de áreas como educação física, fisioterapia e medicina para que esta prática não desencadeie processos lesivos nos atletas.

 

Considerações finais

O surf é um esporte praticado por milhares de pessoas, tendo posturas características como o constante flexão da coluna que devem ser tratadas com atenção por professores, técnicos e até mesmo pelos próprios atletas a fim de amenizar os riscos de lesão e garantir uma melhor performance.

Amanda Guimarães da Cunha
Rallf Antônio Soares
Hudson Mafra Júnior
VER NOTA COMPLETA INICIO
LEER MÁS
El Webstudio