EFDeportes.com

Facebook Twitter Google +

Entrenamiento

01.07.2015
Brazil
POR |

A iniciação esportiva e o alto rendimento na Peteca

A peteca demonstra que possui todos os predicados e requisitos para a iniciação desportiva e tornar-se um esporte de alto rendimento
O esporte peteca é jogado entre duas equipes de dois atletas
A peteca é um objeto formado por uma base com penas dispostas verticalmente sobre ela

Introdução

Por ser um esporte novo e com características próprias, a peteca não é uma modalidade desportiva de aquisição e aprendizados imediatos. Em termos competitivos, necessita de ser ensinado e de esforço integrado para que seu aproveitamento seja considerado ideal.

Em relação à prática da peteca, pode-se dizer que no momento atual é uma novidade, e por esse motivo, não há o necessário financiamento, nem o preparo dos profissionais e nem a motivação necessária para os praticantes.

Buscamos nesse trabalho introduzir a Peteca como esporte de desde a iniciação ao alto rendimento. Diante disto, nosso trabalho torna-se relevante no sentido de aumentar as produções científicas na área do esporte, além de possibilitar a criação de mais um esporte de rendimento enquanto uma prática social.

 

O Jogo

O jogo é iniciado quando o atleta da equipe que venceu o sorteio de quadra ou posse da peteca decide pela posse da mesma e executa o saque com a autorização do árbitro. O saque é executado com uma das mãos e consiste em enviar a peteca por cima da rede em direção ao campo adversário. A peteca deverá ser sempre batida com uma das mãos e cada equipe tocará na mesma somente uma vez, devolvendo-a para o campo adversário.

A equipe fará o ponto quando de posse do saque, conseguir, sem cometer falta, dentro de 30 segundos (tempo de ataque), fazer com que a Peteca toque dentro do campo adversário, ou então, o adversário não conseguir devolver a peteca, ou cometer alguma falta. Importante: essa regra vale para os dois primeiros sets disputados. A equipe atacante perderá a vantagem, passando o ataque para o adversário quando: não conseguir, em 30 segundos, fazer o ponto ou cometer falta durante o rally ou não, que são as faltas disciplinares.

As partidas de peteca são disputadas em melhor de dois sets vencedores sendo: dois sets de 12 pontos com vantagem, e um set no sistema tié-brek (sem vantagem) caso haja o empate em um set para cada equipe.

 

Iniciação esportiva para a Peteca

A criança inicia sua prática esportiva na escola ou clube. Nesse sentido, o objetivo principal é a iniciação aos jogos desportivos coletivos, nos quais acontecem os primeiros contatos das crianças e adolescentes com as atividades desportivas. O potencial genético, a idade biológica do praticante e do ambiente no qual ele está inserido, das particularidades de seu crescimento, maturação, desenvolvimento, da qualidade dos técnicos, dentre outros, são analisados e subdivididos em fases que percorrem desde a iniciação até o profissionalismo.

A preparação física na Peteca compõe-se na preparação geral e específica. A preparação física geral é delineada na iniciação em escolas, clubes e aulas independentes em residências, condomínios, sendo adquirida principalmente em aulas de educação física e recreação (Iniciação I e II, de 1ª a 6ª séries). A preparação física específica se orienta no desenvolvimento das qualidades necessárias ao domínio da técnica como fortalecimento dos membros inferiores e superiores, velocidade de reação e habilidades motoras, dentre outros.

O planejamento do processo de treinamento e ensino será ideal à criança a partir dos 7 anos de idade, chegando até aos 16 anos. A “base técnica” sendo introduzida até os 13 anos e “preparação específica” chegando aos 16 anos. A partir dessa idade, o atleta de Peteca estará em condições físicas e táticas, pronto para competições, cabendo ao profissional de Educação Física a continuidade dos treinamentos durante os anos posteriores.

 

Peteca de alto rendimento

Um atleta de alto rendimento deverá ter muita coordenação, possibilitando deslocamentos, defesa e ataques rápidos. Quanto à força, agilidade, raciocínio e reações rápidas, deverão ter também, grande resistência, pois os jogos podem durar horas.

Para o alto rendimento, as habilidades motoras, físicas e a técnica de cada atleta, assim como o conjunto da equipe poderá definir o sucesso ou não de um jogo. A iniciação à Peteca bem orientada com o apoio de um técnico conhecedor do esporte contribui de forma importante para o desenvolvimento de um atleta ou equipe.

 

A preparação física e tática

A preparação tática engloba os jogos treinos, ações individuais e coletivas específicas de ataque e defesa. Nos jogos treinos, a equipe confronta outra com o objetivo de preparação, ambientação a situações de competição.

Uma equipe de Peteca que queira chegar a um nível satisfatório de competitividade conhecerá: os tipos de ataque e de defesa a serem executadas, as metas a serem atingidas, o tempo de preparação dentro de um cronograma pré-selecionado, as tarefas a serem executadas e o trabalho educativo e psicológico dos diferentes participantes. Esses diversos fatores influem decisivamente na fixação e avaliação do que foi aprendido, cabendo ao profissional de educação física a responsabilidade das explicações e demonstrações dos fundamentos específicos do esporte e seus desdobramentos durante uma partida de peteca.

Os métodos de aprendizagem devem ser combinados com inteligência. No inicio, a preparação técnica dos atletas deverá ser intensificada para a assimilação dos fundamentos da peteca. Após esse passo a preparação física tornar-se-á fator de extrema importância e finalmente, a combinação de ambos, incluindo-se ainda a preparação psicológica para competições.

 

Considerações finais

A formação de um bom jogador de peteca depende inicialmente da vontade e a crença de se buscar um resultado ótimo em uma competição. Na iniciação, a criança precisa aprender e conviver com o esporte, vivenciar suas diferentes fases de treinamento, construir novas idéias e valores, e, principalmente descobrir sentimentos e incorporar transformações sociais e afetivas para a formação do caráter para seu futuro esportivo. A partir da especialização, a incorporação natural dos gestos técnicos inerentes à peteca deverá ser acompanhada por profissionais especializados e moldada de acordo com as capacidades de cada jogador e estilo de cada equipe.

Podemos dizer que o jogo de Peteca tem todos os atributos necessários para se tornar um esporte Olímpico. O processo que oficializar o esporte como olímpico requer uma série de exigências e condições, cabendo esta responsabilidade aos homens que estão à frente deste esporte e apoio de todos que o praticam.

Ricardo Luis Queiroz
Fernando Nazário-de-Rezende
VER NOTA COMPLETA INICIO
LEER MÁS
El Webstudio