EFDeportes.com

Facebook Twitter Google +

Deportes

17.06.2016
Brazil
POR |

Um novo esporte: o Bossabol

O objetivo deste texto é apresentar a história, as características e as regras do Bossabol, uma nova modalidade que surgiu da combinação entre música e esporte
Partida de Bossabol
Filip Eyckmans, o inventor do Bossabol

O que é o Bossabol?

O Bossabol é um esporte inusitado que combina a música com elementos do voleibol, do futebol, da capoeira e da ginástica. O jogo se desenvolve em cima de três camadas de colchões infláveis e dois trampolins separados por uma rede. As regras são semelhantes às do voleibol; a peculiaridade deste esporte está no fato de que os jogadores podem tocar a bola com qualquer parte do corpo e, devido à superfície inflável que impulsiona e amortece seus corpos, podem executar movimentos acrobáticos com segurança, tornando o jogo estimulante, divertido e atrativo aos olhos dos espectadores.

 

História

O Bossabol surgiu no ano de 2004, na Espanha. Seu criador é um ex-tenista belga chamado Filip Eyckmans. Quando era mais jovem, Eyckmans jogava tênis e às vezes trabalhava como deejay em algumas festas particulares. Em meados dos anos de 1990, em uma visita ao Brasil como produtor de bandas musicais, ele conheceu a capoeira e apreciou a música, a dança, o voleibol e o futebol das praias brasileiras. Tudo isso lhe serviu de inspiração para criar um esporte que envolvesse a musicalidade e que combinasse as habilidades técnicas dos esportes com a destreza da ginástica e da capoeira. O nome deste novo esporte é derivado de um estilo musical brasileiro chamado Bossa Nova.

 

Principais características e regras do Bossabol

Um jogo de Bossabol é disputado em uma plataforma inflável com a dimensão de uma quadra de voleibol. Jogam duas equipes de três, quatro ou cinco jogadores. As equipes podem ser mistas. Cada equipe fica em um lado da quadra, que contém um trampolim.

Apenas um jogador fica no trampolim e os outros ficam dispostos na segunda camada de colchão inflável. A primeira camada serve como uma zona livre de jogo. A bola utilizada é a de voleibol de areia e a rede fica a uma altura de 3 metros, podendo ser adaptada conforme a estatura dos jogadores.

São utilizadas as habilidades técnicas do voleibol e do futebol para efetuar toques na bola. Cada equipe pode dar até oito toques para passar a bola por cima da rede. Assim como no voleibol, os toques devem ser alternados entre os jogadores; porém, desde que não utilize os membros superiores, um jogador pode efetuar dois toques consecutivos na bola (por ex.: tocar a bola com o pé e depois com a cabeça). O saque também pode ser efetuado de qualquer maneira. Depois de pontuar e receber o direito de sacar, a equipe deve fazer um rodízio, trocando o jogador que está no trampolim.

O principal objetivo num jogo de Bossabol é fazer com que a bola toque a superfície do lado da equipe adversária. Marcam-se os pontos dependendo da área que a bola cai e da técnica utilizada. A Bossaball Sports S.L. adota as seguintes regras de pontuação:

  • Se a bola cair na superfície inflável da equipe adversária com uma técnica de voleibol, marca-se 1 ponto.
  • Se a bola cair no trampolim da equipe adversária com uma técnica de voleibol, marca-se 3 pontos.
  • Se a bola cair na superfície inflável da equipe adversária com uma técnica de futebol, marca-se 3 pontos.
  • Se a bola cair no trampolim da equipe adversária com uma técnica de futebol, marca-se 5 pontos.
  • Se a bola ficar empacada na bossawall da equipe adversária, marca-se 1 ponto.

Essas regras de pontuação tornam o trampolim do adversário o alvo mais cobiçado e estimula o jogador que estiver no trampolim a realizar movimentos acrobáticos para atacar com o pé.

Uma partida de Bossabol consiste em 3 ou 5 sets. Como no voleibol, um set termina quando uma equipe marca 25 pontos, com 2 pontos de vantagem sobre a outra equipe.

Toda partida de Bossabol é realizada ao som de muita música. Por ter influência brasileira, as trilhas sonoras são compostas principalmente por músicas dos estilos Bossa Nova e Samba. Os árbitros são responsáveis pelo cumprimento das regras e também pela musicalidade. Além do apito, eles dispõem de uma mesa de deejay, microfones e uma variedade de equipamentos musicais.

 

Algumas considerações

O Bossabol é mais um daqueles esportes que nasceram de uma ideia de tentar cessar a competitividade acirrada e o individualismo, buscando, então, promover a socialização e a cooperação. A segurança é um dos principais pontos positivos: não há contato físico entre os jogadores e os impactos dos saltos são absorvidos pelos colchões infláveis e trampolins. Isso praticamente anula o risco de lesões. E ainda há mais outra vantagem: a quadra pode ser transportada para qualquer lugar e não leva muito tempo para inflar. Dessa forma, os eventos programados não precisam ser cancelados por causa de chuva, vento ou outra circunstância ambiental. Basta transferir a quadra para um espaço fechado.

O Bossabol proporciona muitos benefícios físicos e psicológicos aos praticantes. O corpo se desenvolve porque os jogadores precisam se movimentar bastante durante um jogo. Deste modo, a prática regular aprimora algumas capacidades físicas como a resistência cardiovascular, a coordenação motora, a flexibilidade e a agilidade. Os jogadores podem aplicar diversas técnicas e estratégias coletivas para conquistar os pontos, além de executar movimentos acrobáticos para atingir a bola. Assim, a força nos membros inferiores e uma noção de tempo e espaço também são qualidades necessárias para dar saltos constantes no trampolim e golpear a bola no momento exato em que ela se encontra acima da rede. E além de tudo isso, o jogo diverte, alivia o estresse e estimula a criatividade. O Bossabol é uma ótima opção de atividade física como forma de lazer.

Leandro Pereira da Silva
VER NOTA COMPLETA INICIO
LEER MÁS
El Webstudio